Vinho: Portugal exportou mais €14 milhões

  • 16 setembro 2015, quarta-feira
  • mercados

As exportações portuguesas de vinho atingiram, no primeiro semestre, 328 milhões de euros, um acréscimo de 14 milhões face a igual período do ano passado correspondente a mais 4,6%. O crescimento em valor foi mais do dobro do aumento em quantidade.

As empresas portuguesas exportaram 134 milhões de litros de vinho entre janeiro e junho, um aumento homólogo de 2,1%.
Números que permitem antecipar um novo recorde de vendas de vinhos portugueses no exterior.

«Esta trajetória de crescimento coloca o setor em vias de atingir o sexto ano consecutivo de crescimento nas exportações de vinho. Dados muito positivos e que mostram bem o resultado do trabalho das empresas do setor, da ViniPortugal e do apoio que é disponibilizado para promover os vinhos portugueses», destaca o presidente do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), Frederico Falcão.

A excelente performance das exportações de vinhos devem-se, destaca o IVV, em especial aos crescimentos obtidos em mercados como os EUA (+25%), o reino Unido (+11%), a China (+58%) e o Canadá (+15%). Isto em termos de valor, porque no que à quantidade diz respeito, o mercado norte-americano cresceu 19%, o chinês quase duplicou e o canadiano aumentou 13,4%.

Em sentido contrário esteve o mercado angolano, que caiu quase 9%, em resultado da retração económica que o país atravessa.
Mas o Governo quer mais. José Diogo Albuquerque, secretário de Estado da Agricultura, afirmou recentemente no simpósio "O papel do Vinho na Economia", integrado nas comemorações do PortWineDay, organizadas pelo Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, que o objetivo «é chegar a 2020 com as exportações a valerem 900 milhões de euros».

O governante reconhece que o setor já atravessou «uma fase difícil», mas lembra que agora se assiste a um crescimento sustentado das exportações, que ultrapassam já os 700 milhões de euros, 314 milhões dos quais referentes ao vinho do Porto.

Ler aqui.