China prossegue com aumento das importações de leite

  • 21 novembro 2016, segunda-feira
  • mercados

A China importou cerca de mais 20% de leite inteiro em pó entre janeiro e setembro de 2016, em comparação com o mesmo período do ano anterior, até um total de 342 mil toneladas.

Estes volumes importados são semelhantes aos do período de 2010/2012, mas muito abaixo dos níveis excecionais observados em 2014, quando as importações alcançaram 670 mil toneladas.

O aumento parece estar motivado mais por uma menor oferta na China que devido à crescente procura.

No primeiro semestre do ano, a procura cresceu menos que em 2015, segundo o Rabobank.

Contudo, a produção de leite na China tem tendo problemas devido aos baixos preços ao produtores e as altas temperaturas de verão, o que ajuda a aumentar as importações.

Enquanto qualquer aumento das importações de leite da China tende a ser uma boa notícia para os preços mundiais, um crescimento baseado apenas em uma menor oferta interna de curto prazo, implica um risco.

Se a produção nacional de leite da China recupera, a procura de importações pode cair novamente.

O crescimento constante da procura dos consumidores chineses é provável que seja necessária para uma recuperação dos volumes de importação.

Assim, mesmo com um crescimento constante da procura, é provável que continue a haver picos e quebras na fixação de preços dos laticínios a nível mundial.

Fonte: Agrodigital