Mercados agroalimentares no Ribatejo Interior em junho e julho

Os produtos e o artesanato do Ribatejo Interior vão estar associados a alguns eventos das freguesias de Abrantes, Constância e Sardoal, em pequenos mercados.

batata

Os certames itinerantes da TAGUS vão atracar, no mês de junho, em Rossio ao Sul do Tejo e no seguinte, em Aldeia do Mato e Santa Margarida da Coutada.

A acolher a chegada da terceira etapa do 7º Cruzeiro Religioso e Cultural do Tejo, durante a tarde de dia 1 de junho, entre as 15h e as 19h, estará o mercado de produtos agroalimentar e artesanato no AQUAPOLIS Margem Sul, em Abrantes.

Já a 13 de julho, entre as 16h e as 20h, o Mercado irá realizar-se junto à igreja de Aldeia do Mato, associado ao 8º Festival de Doçaria e Artesanato das freguesias do Norte de Abrantes, reforçando as entidades e colectividades que, anualmente, mostram as especialidades gastronómicas e as peças de artesanato dessa zona do concelho.

Na manhã de dia 21 de julho, o certame apenas com produtores e artesão do Ribatejo Interior reforça o habitual mercado mensal de Santa Margarida da Coutada.

Com estas iniciativas, a TAGUS, em parceria com os Municípios e Juntas de Freguesia do seu território, pretende estimular a atividade económica local, ao criar mais oportunidades para os produtores e artesãos escoarem a sua produção.

Nestes mercados itinerantes, a Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior reforça e enriquece, ainda, alguns eventos existentes.

Incentivar para o consumo do que é produzido em Abrantes, Constância e Sardoal, promovendo o sentimento de pertença na comunidade, proporcionar o contacto direto entre produtor e consumidor e mostrar os benefícios do trabalho em rede aos agentes locais são outros dos objetivos da organização.

Os mercados itinerantes do Ribatejo Interior estão inseridos na estratégia de promoção e valorização dos produtos e do artesanato do Ribatejo Interior da TAGUS, no âmbito do DLBC Rural, através do Programa Operacional Regional do Centro (CENTRO2020), eixo Reforçar a capacitação institucional das entidades regionais (CAPACITAR), do Portugal 2020, cofinanciada pelo Fundo Social Europeu.