Retalho é o principal motor das inovações em inteligência artificial

retalho

As empresas de retalho irão investir cerca de 2,76 mil milhões de euros em inteligência artificial este ano, de acordo com a consultora IDC, posicionando-se como o principal motor desta tecnologia, à frente do setor da banca.

Este ano, o investimento total em sistemas cognitivos e de inteligência artificial ascenderá a 15,5 mil milhões de euros, mais 54,2% que no ano passado.

40% de todas as iniciativas de transformação digital irão usar a inteligência artificial em 2019, valor que crescerá para 75% em 2021.

O setor do retalho ultrapassará a banca e será o maior investidor nesta tecnologia em 2018.

A IDC prevê que o retalho direcione 2,76 mil milhões de euros para estes projetos, enquanto que a banca, que tem sido o principal investidor nos últimos anos, canalize 2,68 mil milhões de euros.

Os retalhistas irão investir, sobretudo, em serviços ao cliente automatizados, aconselhamento dentro de loja, recomendação de produto e oportunidades de merchandising omnicanal.