Grupo Operacional SambucusValor: valorização integrada do sabugueiro

Fique a conhecer melhor o projecto SambucusValor, ao abrigo do PDR2020-1.0.1-FEADER-031113.

SambucusValor - Valorização integrada do sabugueiro em função dos padrões de consumo saudável: da planta à criação de novos produtos alimentares de valor acrescentado.

Duração: 48 meses, com início a 1 de março de 2018

sambucus

Resumo

SambucusValor visa o desenvolvimento de produtos alimentares de valor acrescentado partir do sabugueiro, com vista a aumentar a sua penetração nos mercados.

A gestão e valorização da cultura de sabugueiro com base na criação de indicadores de qualidade e de estratégias de produção e transformação sustentáveis, nomeadamente por integração de competências e recursos instalados nas entidades parceiras e que, deverá conduzir à criação de um centro piloto potenciador deste desenvolvimento.

Este centro deverá constituir um núcleo de partilha de conhecimento e de inovação em toda a cadeia de valor do sabugueiro.

A visão holística deste Grupo Operacional tenderá a fomentar a inovação ao nível da produção de novos produtos saudáveis e naturais, do processo, por combinação, de forma diferenciadora, de processos convencionais, e da comunicação e marketing, com especial enfoque na criação de uma relação reforçada com o consumidor, baseada no conhecimento sobre a origem, ciclo de produção e valor nutricional.

Objectivos

O GO SambucusValor pretende tirar partido do facto de em Portugal existirem culturas de sabugueiro com boa capacidade de adaptação às condições naturais e de cultivo e que podem funcionar como uma excecional fonte de matéria-prima para o desenvolvimento de produtos alimentares de valor acrescentado, em linha com as atuais tendências de mercado, nomeadamente a valorização de produtos naturais, locais, saudáveis, práticos de consumir, e que confiram prazer e bem-estar.

Assim, o GO SambucusValor visa o desenvolvimento de produtos alimentares de valor acrescentado a partir do sabugueiro, com vista a aumentar a sua penetração nos mercados interno e externo.

Este GO pretende contribuir para a valorização integrada deste recurso endógeno português com base na criação de indicadores de qualidade e de estratégias de produção e transformação sustentáveis, nomeadamente tirando partido das competências e recursos instalados nas entidades parceiras, e que deverão conduzir à criação de um centro piloto do sabugueiro potenciador deste desenvolvimento.

Este centro deverá constituir um núcleo de inovação em toda a cadeia de valor do sabugueiro. É ainda de realçar que a equipa foi desenhada no sentido de criar sinergismos e complementaridades, estimulando os canais adequados de comunicação e de transferência de conhecimentos e tecnologias, aproximando as entidades I&D com os produtores e empresas do setor agroalimentar.

sabugueiro

Foram definidos os seguintes objetivos específicos:

a) Definição de indicadores de qualidade da flor e da baga, que relacionem as condições de cultura com a composição da flor e da baga.

b) Implementação de processos de estabilização e armazenamento da flor e baga com vista a preservar os seus componentes bioativos num período superior ao de colheita normal dos materiais, garantindo assim o aprovisionamento contínuo de matérias-primas com rigorosos padrões de qualidade alimentar.

c) Conceção e desenvolvimento de novos produtos alimentares, a partir da flor e da baga de sabugueiro.

d) Avaliação nutricional dos produtos a desenvolver.

e) Criação de um website, de redes de disseminação de informação e de rede de parcerias com associações de consumidores, empresas do ramo alimentar e produtores de sabugueiro como forma de divulgação, comunicação e valorização do sabugueiro, a nível nacional e internacional.

f) Criação de um centro piloto do sabugueiro que deverá representar um núcleo de inovação em toda a cadeia de valor do sabugueiro: da planta à criação de novos produtos alimentares de valor acrescentado.

Equipa

O projecto Sambucusvalor tem uma equipa foi desenhada no sentido de criar sinergismos e complementaridades, estimulando os canais adequados de comunicação e de transferência de conhecimentos e tecnologias, aproximando as entidades I&D com os produtores e empresas do setor agroalimentar:

- Inovterra, Associação para o desenvolvimento local – promotor da candidatura

- Universidade de Aveiro

- INIAV (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I. P.)

- Inovfood

Publindústria (empresa jornalística com mais de trinta anos de atividade na edição de revistas especializadas e detentora das marcas AgrotecTecnoAlimentarAgrobook Agronegócios)

- Alberto Luís Branco Miranda de Carvalho Neto

- Oldland, Unipessoal Lda