Estreia mundial da RBTX, a plataforma online que reúne vários fornecedores de soluções para robótica

A RBTX.com é a nova plataforma que reúne vários fornecedores de componentes para robótica de baixo custo, de forma rápida e fácil.

Na plataforma, os utilizadores podem configurar uma solução robótica de baixo custo que corresponda aos seus requisitos. Os fornecedores de componentes de robótica podem apresentar os seus produtos a um público ainda mais alargado nesta nova loja online.

O objetivo da RBTX.com é agrupar todas as possibilidades da robótica de baixo custo numa única plataforma e tornar todo o processo transparente e fácil. Em conjunto com 16 outros parceiros industriais que participaram na Feira de Hanôver, a igus apresentou a primeira plataforma a nível mundial que junta online múltiplos fornecedores e utilizadores. 

A ideia consiste em permitir que os clientes encontrem a sua própria solução robótica de baixo custo com apenas alguns cliques. A estrutura eletromecânica básica é o ponto de partida para um "rohbot" da igus, que inclui os braços articulados robolink, os robôs Delta e os robôs cartesianos. No passo seguinte, o utilizador complementa a estrutura básica do "rohbot", adicionando componentes de diferentes fabricantes, como garras, câmaras e sistemas de controlo. A vantagem é a certeza de que os componentes são compatíveis uns com os outros.

Fornecedores atingem novos públicos-alvo

A plataforma online tem como objetivo permitir aos fabricantes a abertura de novos canais de vendas para os seus produtos de automação de baixo custo, atingindo novos públicos-alvo. É possível adicionar novos componentes à plataforma a qualquer momento. Futuramente, os utilizadores terão sempre o acesso claro e atualizado a um segmento de mercado em rápido desenvolvimento.

"O conceito RBTX.com, destinado a empresas, start-ups, institutos de investigação e empresas de engenharia mecânica, proporciona soluções robóticas personalizadas e rápidas, a custos iniciais baixos de apenas alguns milhares de euros e com prazos de amortização reduzidos", explica Christian Batz, Diretor da igus digITal. "Trata-se aqui de uma via de baixo risco para entrar na era da automação e investir na competitividade do amanhã."

No futuro, pretende-se também que a plataforma permita a configuração da mecânica do robô, começando pelas caixas de engrenagens, articulações e peças de ligação.

Gémeo digital: os mundos real e digital da robótica convergem

No stand da feira em Hanôver, a realidade aumentada (RA) foi utilizada para simular o gémeo digital de um robô num ambiente de produção ficcional, incluindo todos os movimentos do robô. Isto proporcionou aos visitantes um vislumbre interessante de um possível futuro da plataforma, no qual uma ferramenta de RA torna visível o sistema completo do robô. Desta forma, o cliente poderá observar o robô na sua célula robotizada, assim como o seu alcance e os seus movimentos, no local, diretamente na máquina, podendo também realizar adaptações, se necessário.

"O utilizador pode observar a interligação de um robô em formato digital no mundo real através de um tablet. E assim também verifica se a configuração funciona e se é adequada para o local onde deverá ser utilizada", afirma Christian Batz. "Esta visão da RBTX.com mostra como os utilizadores beneficiam diretamente da combinação da automação de baixo custo e da digitalização."