‘Tejo a Copo’ em Santarém recebeu quase 1000 pessoas

vinho

Organizado pela Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo), o evento ‘Tejo a Copo 2019’ teve lugar no sábado, dia 9 de março, em Santarém, e «foi claramente uma aposta vencedora. Assim o dizem os números, mas também os produtores, os chefs dos dois restaurantes presentes e os enófilos, que aderiram de forma entusiasta. As expectativas foram largamente ultrapassadas, com o Convento de S. Francisco a ser “invadido” por 960 pessoas», salientam os organizadores, em comunicado.

«Enquanto entidade promotora, a estratégia da CVR Tejo passa por eventos mais focados e de pequena dimensão. No final do ano passado, os Vinhos do Tejo estiveram, em Lisboa, no ‘Adegga WineMarket’, tendo sido a primeira região convidada e, agora, organizámos este ‘Tejo a Copo’, um evento que se pretende de nicho, com o propósito de irmos afirmando de forma consistente os nossos vinhos. Queremos que os produtores interajam, de forma didáctica, com quem os aborda e isso é mais fácil em eventos pequenos. Também com os olhos postos na formação, estamos a organizar Masterclasses, desta feita para o canal HoReCa», afirma Luís de Castro, Presidente da CVR Tejo.

«Isto não quer dizer que os Vinhos do Tejo não se associem, estando presentes em eventos de outra abrangência», acrescenta.

Ao todo foram 18 os produtores presentes no evento: Adega de Almeirim, Adega do Cartaxo, Casa Paciência, Casal Branco, Casal do Conde, Casal das Freiras, Enoport, Falua, Pinhal da Torre, Pitada Verde, Quinta da Alorna, Quinta da Atela, Quinta da Badula, Quinta da Lapa, Quinta da Lagoalva, Quinta da Ribeirinha, Vinhos Lambéria e Vinhos Zé da Leonor.

Sob o tema “Fernão Pires, a casta mais emblemática do Tejo”, a CVR Tejo promoveu, dentro do evento, uma prova comentada pelo jornalista e crítico Fernando Melo.

Foto: Gonçalo Villaverde