Novos cabos de servomotor da igus com o raio de curvatura mais pequeno do mundo

Movimento em calhas articuladas em segurança com um fator de curvatura de 6,8xd, mesmo a temperaturas de -35 °C.

igus

Os primeiros a nível mundial: cabos de servomotor da igus da série CF29 que oferecem uma garantia de fiabilidade com os mais pequenos raios de curvatura e temperaturas extremas. (Fonte: igus GmbH).

Na passada SPS IPC Drives, a igus apresentou a sua nova série de cabos de servomotor CF29: uma das novas famílias de cabos de elevada performance para movimentos contínuos em calhas articuladas, com um revestimento exterior em TPE, isento de halogéneos.

Esta extensão da gama de produtos oferece novas possibilidades no fornecimento de energia a sistemas industriais, para aplicações com condições muito exigentes, a nível de temperatura ambiente ou de reduzido espaço de instalação.

A nova série de cabos de servomotor chainflex CF29 apresenta uma configuração dos condutores otimizada para o movimento, combinada com um revestimento interior em TPE extrudido à pressão, que garante ainda mais estabilidade, e um revestimento exterior em TPE altamente flexível.

Esta série de elevada performance oferece os mais pequenos raios de curvatura em cabos de servomotor, até 6,8xd, sendo, por isso, única no mercado.

A nova série oferece uma solução com garantia numa gama de temperaturas até -35°C, podendo até ser utilizada nas aplicações com movimento em armazéns frigoríficos. Isso é possível graças ao material do revestimento exterior em TPE, isento de halogéneos da igus, que também oferece uma resistência quase ilimitada a óleos. Este material já é utilizado noutras séries de cabos chainflex desde à muitos anos.

Para oferecer aos seus clientes uma solução ainda melhor, a igus expandiu a sua gama de cabos de elevada performance com este novo cabo de servomotor e uma série adicional de cabos de dados e bus.

Ainda mais opções com duração garantida

Todos os cabos foram testados com sucesso numa câmara climática com cargas mecânicas e temperaturas reais, no laboratório de testes da igus com os seus 2750 metros quadrados.

Assim, a igus pode garantir nos cabos que produz, uma duração de vida de 36 meses para todos eles. E isto aplica-se mesmo nos cabos com elevada dinâmica e movimentos muito complexos.

A ferramenta de cálculo de duração de vida chainflex (http://www.igus.pt/wpck/5587/CF_lifetime) ajuda-o a fazer a melhor escolha e indica-lhe a duração de vida estimada de cada cabo em número de ciclos, ao introduzir os respetivos parâmetros da aplicação.

Os clientes podem escolher o cabo ideal e mais económico que funcione de forma fiável nas suas aplicações.