“A alimentação do futuro em debate em Lisboa”

Ross Dawson, especialista no futuro do mercado de consumo, e Morgaine Gaye, futuróloga especializada no setor alimentar, falaram do que nos espera no futuro em termos de alimentação.

alimentacao

“Alimentação do Futuro” foi o tema da conferência anual do Food & Nutrition Awards 2018, que decorreu, esta manhã, no mercado da Ribeira, em Lisboa.

O evento, que contou com dois oradores internacionais, especialistas na análise das sucessivas mudanças no setor alimentar, celebrou igualmente o Dia Mundial da Alimentação.

Ross Dawson, especialista no futuro do mercado de consumo, foi o primeiro dos convidados a intervir na sessão que contava com cerca de 300 pessoas na plateia.

Considerado um futurista, este consultor e autor de vários livros sobre a questão da alimentação, Dawson, analisou o futuro da alimentação, a partir de alguns pontos-chave: os distribuidores, a experiência, a inovação e a rapidez do mercado.

O especialista lembrou os problemas atuais, como o crescimento populacional, que estão a colocar o setor em alerta. «É preciso alimentar o Planeta e a forma como hoje nos posicionarmos irá alterar o caminho ou não», disse.

Ross Dawson lembrou que hoje estamos todos conectados «e isso é bom», pois «a aceleração da tecnologia, o impacto que isso tem na sociedade e nas suas estruturas» são essenciais para perceber «para onde queremos ir».

Para tal, é importante ter em conta a importante «agricultura de precisão/inteligente» que já é hoje uma realidade e «força-motriz» da sustentabilidade alimentar. «A Robotização na indústria alimentar é hoje uma realidade sendo que a tecnologia transformadora ajuda, e em muito a acelerar os processos».

«Para que este cenário se mantenha é essencial usar o conhecimento e a informação de que dispomos da melhor maneira», frisou.

Ross Dawson é mundialmente reconhecido como um aclamado futurista, orador, consultor estratégico e autor de livros conceituados, tais como o bestseller “Developing Knowledge-Based Client Relationships”. Ross é também o fundador da “Future Exploration Network”, que auxilia organizações líderes de mercado a atuar no presente para criarem um futuro bem-sucedido, e a “Advanced Human Technologies”.

O orador convidado do Food & Nutrition Awards foi ainda considerado uma das pessoas mais influentes do mundo nos temas relacionados com o trabalho do futuro, tecnologias do serviço financeiro, crowdfunding e empreendedorismo 2.0. A revista Digital Media nomeou-o também como um dos 40 maiores influenciadores da era digital na Austrália.

Já Morgaine Gaye, futuróloga especializada no setor alimentar, marcou presença neste evento, começando por analisar a importância das inovações tecnológicas neste setor.

Tendo em conta que a população mundial irá ultrapasse os 9 mil milhões de pessoas em 2050, não haverá comida suficiente para alimentar todos os seres humanos se os hábitos se mantiverem.

A redução do consumo de carne é uma das soluções apontadas pelos especialistas do setor. Alternativas a isso, vinca Gaye, é a tecnologia e o desenvolvimento de carnes baseadas em plantas.

O trabalho de Morgaine Gaye passa por olhar para as tendências globais, do ponto de vista da economia à saúde, da moda à ecologia e do comportamento alimentar à psicologia do consumidor e mostrar exemplos do que estaremos a comer no futuro e porquê.

«As empresas hoje em dia, por exemplo, dão cada vez mais importância à textura». Além disso, «o impacto dos preços, a sustentabilidade, o problema da água e as contaminações» são alguns dos eixos que a especialista aponta como necessidades prementes para termos uma alimentação no futuro mais saudável.

A especialista sublinha que a necessidade alimentar é algo que todos os consumidores têm em comum, sublinhando que todos nós tomamos decisões pessoais, culturais, sociais, políticas e aspiracionais em tudo o que compramos e consumimos. A futuróloga alimentar usa todos estes indicadores para definir o que aí vem.

Muito respeitada como investigadora, Morgaine Gaye é autora de vários artigos de investigação e docente convidada em universidades do Reino Unido e Suécia. Para além de toda a influência no mundo académico, Morgaine é também presença habitual nos media impressos, bem como em programas de rádio e televisão.

No final da conferência decorreu a cerimónia de entrega dos prémios da 9.ª edição do Food & Nutrition Awards (FNA), iniciativa que reconhece as boas práticas, os projetos e os produtos inovadores no âmbito da indústria agroalimentar.