Portugal entre maiores exportadores mundiais em bens que somam 7% das vendas nacionais

Portugal foi, em 2014, um dos três principais exportadores mundiais em diversos bens, os quais representavam 7,1% das exportações, revela o Instituto Nacional de Estatística (INE) com base em dados da Organização das Nações Unidas.

De acordo com documento anexo ao relatório “Estatísticas do Comércio Internacional – 2015”, publicado esta quarta-feira, Portugal «destaca-se claramente na exportação de cortiça e suas obras.

Nesta indústria, Portugal foi o líder mundial nas exportações de ladrilhos, cubos, blocos, chapas (...), cortiça aglomerada, rolhas e outros. Apenas nos bens com menor valor exportado é que Portugal foi apenas o 2º maior exportador, tendo sido superado por Espanha na cortiça natural, em bruto ou simplesmente preparada (…), e pelos Emiratos Árabes Unidos nas obras de cortiça natural.

exportacoes

Em 2014, Portugal destacou-se, de igual modo, como um dos principais fornecedores mundiais de castanhas, «nomeadamente como maior exportador de castanhas frescas ou secas sem casca ou peladas e como terceiro maior exportador de castanha com casca, ultrapassado apenas pela China e Itália».

Em 2014, Portugal foi ainda o líder mundial nas exportações de alcachofras, frescas ou refrigeradas e de esboços não enformados nem na copa nem na aba, discos e cilindros, mesmo cortados no sentido da altura, de feltro, para chapéus.

O relatório do INE salienta ainda que, tanto no azeite virgem de oliveira e suas frações, obtidos a partir de azeitonas, unicamente por processos mecânicos ou físicos como no azeite refinado de oliveira e suas frações, obtidos a partir de azeitonas, unicamente por processos mecânicos ou físicos, mas não quimicamente modificados, Portugal era o terceiro maior fornecedor mundial em 2014, tendo como principais concorrentes Espanha e Itália, atuais líderes globais.

Nos peixes e crustáceos, moluscos e outros invertebrados aquáticos Portugal foi igualmente um importante fornecedor mundial em 2014.

No grupo dos peixes congelados, apenas Espanha superou Portugal como principal fornecedor a nível mundial de espadarte».

Nos moluscos, Portugal foi o 2.º principal exportador de polvos, vivos, frescos ou refrigerados, um mercado liderado pela China.

Fonte: Dinheirodigital