Plasticband compra portuguesa Cintexpor

A Plasticband, empresa europeia produtora de máquinas e consumíveis para embalagem anunciou a recente aquisição de 100% do capital social da Cintexpor, empresa portuguesa no ramo das máquinas e materiais de embalagem.

Sem revelar valores, a Plasticband indica em comunicado que este passo permite reforçar a sua expansão no País, onde pretende tornar-se "líder no seu segmento”.

Criada em 2002, a Cintexpor surge como resultado de reestruturação de uma empresa suíça que atua a nível mundial no setor de máquinas e materiais de embalagem. As suas instalações localizam-se em Águas Santas, na Maia.

“Durante estes 17 anos, a Cintexpor esteve presente no mercado português, concentrando-se principalmente nos setores da indústria, alimentação, têxteis, madeiras e metais, mercados no quais a Plasticband é forte e ao qual foi adicionado o setor da logística, mercador em pleno crescimento”, destaca a empresa europeia.

Com esta integração, a Plasticband, que se afirma como "empresa mais rápida na Europa no que diz respeito à entrega dos pedidos de máquinas para embalagem", contará com um armazém próprio em Portugal através do qual poderá oferecer um "serviço de proximidade, um serviço técnico próprio e um serviço comercial para um assessoramento correto dos produtos, reforçando assim a estratégia de proximidade com o cliente”.

No âmbito do projeto 2016-2019, a Plasticband terminou, durante o primeiro semestre do ano passado, a reorganização interna da empresa, originando um crescimento em produção e vendas, otimizando a área ocupada já existente. Este processo, iniciado há dois anos, vem permitindo à Plasticband deixar de ser meramente um centro de produção, para passar a ser um espaço onde, desde o primeiro momento, o cliente tem conhecimento do seu produto, e duplicar a produção, passando das 500 máquinas que se produzem anualmente para as mil máquinas que se produzirão em 2021.

Segundo a empresa, a produção de cinta plástica, das máquinas automáticas de cintar paletes de marca Maturi, das envolvedoras e filme para embalagem, será mantida integralmente na fábrica de Granollers,em Barcelona.

A Plasticband terminou o exercício de 2018 superando sete milhões de euros de fabricação, com um crescimento superior a 21% em relação ao ano anterior. Em 2018, a produtora chegou completou 40 anos em expansão internacional, exportando atualmente 90% da sua fabricação de máquinas.