Nampula: pescado comercializado no Mercado do Belenenses

mercado

Por: Pompílio Vintuar e Jaime Bitone José

Resumo

Num estudo descritivo com abordagem qualitativa, foi feita a descrição dos pon­tos críticos de HACCP/APPCC e aná­lises laboratoriais dos microorganismos do pescado, manipulado, conservado e comercializado no mercado do Belenen­ses, cidade de Nampula, na província de Nampula, na República de Moçambique.

Para a realização do estudo foram entre­vistados 220 compradores, 166 vende­dores assim como o gestor do mercado. Foram feitas observações das condições higiénicas, de saneamento, de armaze­namento e a manipulação dos alimentos, assim como analise microbiológica do pes­cado através dos ensaios em bacteriolo­gia de Salmonella spp (Método ISO 6579), Escherichia coli (Metodo NF ISO 16649/2), Pesquisa e Contagem de enterobactérias (Método PR NF ISO 21528/2) e colifor­mes totais (Método ISO 4832:2006), num estudo de campo abrangendo um total 386 amostras, numa amostra probabilís­tica de acordo com o universo disponível de vendedores e compradores de pescado no mercado do Belenenses.

Do estudo feito conclui-se que pouco se observa os critérios, as leis e normas vigentes, desta­cando -se por uma manipulação de pes­cado sem protecção, superfícies de bancas de venda sujas, saneamento do meio e armazenamento deficientes.

As análises laboratoriais de amostras de pescado indi­caram a não conformidade em relação a E. coli. Foi feita uma observação da con­servação, manipulação, armazenamento do pescado em comparação com as leis e normas vigentes.

(Continua)

Nota: Artigo publicado na edição n.º 15 da Revista TecnoAlimentar.

Para aceder à nossa edição impressa, contacte-nos através dos seguintes endereços:

Telefone 225899620

Email: marketing@agropress.pt