Movimentação de carga nos portos cai 4,3% até outubro

  • 19 dezembro 2018, quarta-feira
  • mercados

Os portos do continente movimentaram 77,8 milhões de toneladas de carga até outubro, menos 4,3% do que no período homólogo do ano passado, revelou a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes.

portos

Porém, no período de referência, o volume de contentores registou um crescimento de 0,4% em número de unidades.

«Aveiro, Figueira da Foz e Faro são os únicos portos a registar um aumento do volume de carga movimentada em outubro, com acréscimo de 335,5 mil toneladas no seu conjunto», lê-se no documento da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes.

Entre estes, o destaque vai para Aveiro, que registou uma subida de 6%, alcançando «o valor mais elevado de sempre nos períodos homólogos».

Por sua vez, Faro registou uma subida de 73% que poderá ser justificada «pela retoma da sua atividade, na sequência da recente aquisição da Cimpor» à brasileira Intercement pelo grupo turco OYAK.

Até outubro, o volume total de quebras registadas no volume da carga contentorizada foi de 3,85 milhões de toneladas, sendo o Porto de Sines o maior responsável por este valor, uma vez que perdeu 2,43 milhões de toneladas, devido à redução da importação de recursos energéticos.

Lisboa registou um volume de carga perdida de 671 milhões de toneladas, caindo 6,5%, à semelhança de Leixões e Setúbal.

«Entre janeiro e outubro, mais de metade dos mercados existentes registaram quebras no seu volume, num total que excede 5,6 milhões de toneladas. Entre estes destacam-se o mercado do Carvão, Produtos Petrolíferos e Petróleo Bruto no Porto de Sines», indicou a autoridade.

Fonte: Eco Economia Online