Mercado da robótica industrial em crescimento

Texto e Imagem: Fanuc

Os robôs colaborativos estão entre as tendências mais interessantes para a automação de fábricas, contudo a falta de trabalhadores qualificados ameaça travar esta expansão.

fanuc

A FANUC espera que a automação tenha um contributo positivo na encomia global.

Embora os medos da recessão, as fricções comerciais e o Brexit pareçam contribuir para um abrandamento da economia na Europa, as perspetivas para o mercado dos robôs industriais continuam positivas e em algumas zonas da Europa mantém-se uma forte tendência de crescimento.

«Na primeira metade do nosso ano fiscal atual o nosso volume de pedidos em toda a Europa aumentou em dois dígitos percentuais e esperamos que o crescimento continue, embora possa abrandar um pouco», refere Shinichi Tanzawa, Presidente e CEO da FANUC Europe Corporation.

Segundo um relatório recente da Federação Internacional de Robótica (IFR), o número de robôs industriais no mercado europeu pode ter aumentado cerca de 7% em 2018.

Para o período 2019-2021, a IFR prevê uma taxa de crescimento anual média de 10%. Embora, pelo menos a curto prazo, este crescimento seja incerto devido aos receios de um abrandamento da economia mundial, contudo a tendência geral para a robótica industrial continua positiva.

Entre as principais tendências de futuro no continente Europeu estão os robôs colaborativos (cobots). Enquanto os grandes fabricantes internacionais já estão há vários anos a utilizar este tipos de robôs nas suas linhas de produção, «vemos cada vez mais procura proveniente de pequenas e médias empresas, mesmo de empresas que não utilizavam robôs nas suas fábricas», refere Tanzawa.

Num momento em que os vários fabricantes de robôs estão a competir no mercado de robôs colaborativos, a FANUC «orgulha-se de ter a gama mais ampla de robôs colaborativos do mercado, desde o pequeno CR-4iA que tem uma capacidade de carga de até 4 kg e é utilizado, por exemplo, no manuseamento e montagem de pequenos componentes elétricos, até ao CR-35iA que com uma capacidade de carga de 35 kg pode ajudar os trabalhadores em tarefas de levantamento de pesos sem que seja necessário equipamento de segurança como cercas protetoras».

«O interesse pelos robôs colaborativos é forte em toda a Europa», explica Tanzawa.

A FANUC é uma das empresas líderes do mercado da automação de fábricas, tendo instalado já mais de 550.000 robôs, 4 milhões de CNC e 19 milhões de servomotores em todo o mundo.

E para que estes números sejam uma realidade a FANUC tem um dos centros de produção mais automatizados do mundo, utiliza robôs para diversas tarefas e funções na sua sede no Japão. A automação tem ajudado a FANUC a alcançar um alto nível de eficiência e a crescer junto com os seus clientes e segundo Tanzawa: «esperamos que a robotização contribua ainda mais para o crescimento das economias europeias».

Contudo, enquanto a automação tem ajudado a cobrir em parte a escassez de trabalhadores qualificados, agora é a falta de especialistas nesta área que está a ameaçar o processo de automatização em si.

Como refere Tanzawa, «na maioria dos países europeus onde trabalhamos verificamos uma escassez de programadores e engenheiros de robótica. Isto está a impedir que as empresas automatizem a produção ao ritmo que lhes gostaria».

«Para superar esta escassez e contribuir para que as economias da Europa cresçam melhorando a eficiência do seu sistema produtivo, a educação nas escolas e nas universidades desempenhará um papel importante», disse Tanzawa. Para ajudar a promover estas competências, a FANUC está a trabalhar em parceria com a WorldSkills, uma competição internacional que promove há décadas a qualificação de trabalhadores.

Juntos, a FANUC e a WorldSkills vão organizar um campeonato internacional de programação de robôs na cidade russa de Kazan em agosto de 2019.

Sobre a FANUC

A FANUC Corporation é uma das empresas líderes mundiais em automação industrial produzindo CNC, robôs e máquinas de produção (ROBODRILL, ROBOCUT, ROBOSHOT e ROBONANO). Desde 1956, a FANUC é pioneira no desenvolvimento de máquinas de controlo numérico na indústria de automação.

Com mais de 263 subsidiárias em todo o mundo e mais de 7.000 funcionários, a FANUC oferece uma rede global de vendas, suporte técnico, pesquisa e desenvolvimento, logística e atendimento ao cliente.

A FANUC Iberia está presente em Espanha e Portugal com escritórios em Castelldefels (Barcelona), Elgoibar (Gipuzkoa), Madrid e Porto.