Marca própria cresce na alimentação em 2016

As vendas de Bens de Grande Consumo (BGC) aceleraram 3,5% entre 31 de outubro e 27 de novembro de 2016 face ao período homólogo do ano anterior, segundo a última edição do Scantrends da consultora Nielsen.

Nesta quadrisemana, as marcas de fabricante cresceram 3,5% e as marcas de distribuição sobem na mesma proporção (3,4%).

A categoria de alimentação cresce 3,2% no período em análise: as marcas de distribuição aceleram 4,2% sobre um período homólogo de quebra (-4,2%), apresentando um crescimento superior ao das marcas de fabricante (+2,5%).

O setor das bebidas continua a ser o mais dinâmico, tendo registado neste período um crescimento de 6,6%.

Nesta categoria, as marcas de fabricante (+8,0%) continuam a evoluir acima das Marcas da Distribuição + Primeiros Preços (MDD+PP), mais 0,7%.

A categoria de higiene do lar, por sua vez, acelera 2,3%. As marcas de fabricante (+5,1%) continuam a crescer, desta vez acima das MDD+PP, que apresentam decréscimos (-2,9%).

Por último, a higiene pessoal que apresenta uma subida de 1,9% neste período. As MDD+PP registam um aumento de 4,1%, enquanto as marcas de fabricante registam um crescimento de 1,2%.

Fonte: Hipersuper